Notícias

11/12/2017 - FolhaMax

Empresário dá golpe em fundos em MT



Uma investigação do Ministério Público pode levar, a qualquer momento, a prisão de um famoso empresário na cidade de Londrina, no Paraná. É que o "moço" usou um esquema de compensação fraudulenta no ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias) em Mato Grosso para lucrar para si R$ 53 milhões dando golpe nos próprios sócios e, pasmem, em fundos de investimentos que contém dinheiro público, no caso Previ, Postalis e Funcef.

Ao todo, o golpe deu um prejuízo de mais de R$ 200 milhões aos cofres públicos através de holding de cinco PCHs que tem sede em Cuiabá, mas explora o potencial energético do rio Juruena. O caso chegou a ser comentado de forma extremamente superficial pelo ex-governador Silval Barbosa (PMDB) em sua colaboração premiada.

Aliás, o dinheiro desviado em Mato Grosso chegou a parar nas contas de um dos doleiros que foi alvo da "Operação Lava jato". Ou seja, o esquema é impressionante, mas já está sendo descoberto.



AVISO: O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. A DEALL R&I, divisão do IBRACAF Ltda., não avaliza as informações contidas neste artigo nem se responsabiliza por elas.