Notícias

05/12/2017 - TV Jornal

Polícia investiga golpe de pacote de viagens que fez 129 vítimas



Um suposto empresário aplicou um golpe em evangélicos que fariam parte de uma caravana de turismo para Israel. Segundo as vítimas, o suspeito pedia cópia de identidade, CPF e cartão de crédito para fazer compras em nome dos titulares. O homem teria deixado cerca de 129 vítimas em vários estados.

O crime começou a ser investigado porque quase 30 vítimas do golpe foram ao Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri), no bairro de Afogados, Zona Oeste do Recife, registrar o boletim de ocorrência. Do total de 129 lesados, a maioria está em Pernambuco.

O grupo deveria ter embarcado nesse segunda-feira (4) de São Paulo para Israel, onde passaria 5 dias, fora o passeio de um dia na Suíça. Eles fazem parte de diferentes igrejas evangélicas e foram contactados por um empresário de São José do Rio Preto, André Almeida Milien, que se dizia dono da agência Jirreh Adonay Turismo e ofereceu um pacote de viagem no valor de R$ 5.800,00.

As vítimas contaram que enviaram para o suposto empresário cópias de cartões de crédito e documentos, para a compra das passagens. O golpe só começou a ser descoberto em novembro, quando nas faturas de algumas pessoas do grupo começaram a aparecer despesas extras não autorizadas no nome da empresa que teria feito a compra das passagens.

Apesar de toda desconfiança, 60 pessoas pagaram passagens dos seus estados de origem para São Paulo, acreditando na promessa do empresário de que a viagem deles estaria garantida.



AVISO: O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. A DEALL R&I, divisão do IBRACAF Ltda., não avaliza as informações contidas neste artigo nem se responsabiliza por elas.