Notícias

19/11/2018 - UOL Notícias / Reuters

Nissan vai demitir brasileiro Carlos Ghosn, preso por fraude financeira

Executivo que tirou Nissan da falência está sendo investigado por fazer uso pessoal de dinheiro da fabricante
Por: Chris Gallagher, Elaine Lies, Maki Shiraki e outros

A Nissan anunciou nesta segunda-feira (19) que vai demitir Carlos Ghosn, presidente da empresa, depois de descobrir que ele usou dinheiro da companhia para uso pessoal e cometeu vários outros atos graves de má conduta. O executivo já teria sido preso por autoridades japonesas, segundo informações.

A fabricante japonesa disse que, com base em um relatório de denunciantes, estava investigando possíveis práticas impróprias de Ghosn e do diretor-representante Greg Kelly por vários meses. A Nissan anunciou que está cooperando totalmente com os investigadores do Ministério Público do Japão.



AVISO: O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. A DEALL R&I, divisão do IBRACAF Ltda., não avaliza as informações contidas neste artigo nem se responsabiliza por elas.